Todos os médicos devem fazer marketing pessoal | WiDoctor
WiDoctor

Todos os médicos devem fazer marketing pessoal

Em uma época em que muitas pessoas tem acesso a tratamento médico, pode parecer inútil falar de marketing em medicina. Mais ainda, são pouquíssimos os médicos na atualidade que são autônomos, enquanto a maioria hoje é contratada de clínicas e hospitais maiores.

Por outro lado, a internet amplificou em muito a capacidade do boca-a-boca. A comunicação nunca foi tão fácil e a informação se propaga em massa por tweets, compartilhamentos, WhatsApp, etc. Isto facilita muito o marketing médico, divulgando tanto a sua boa fama quanto também as suas avaliações ruins.

Primeiramente é importante divulgarmos bem a qualidade da nossa prática médica porque é do nosso interesse que os pacientes recebam o que há de melhor em atenção e tratamento. Muitos pacientes escolhem seus cuidadores por critérios leigos, como por exemplo a proximidade do médico em relação a moradia deles. Embora esse fator seja válido, obviamente não deve ser a única questão a ser ponderada. Ao difundirmos a nossa imagem de excelentes médicos, certamente estamos garantindo que alguns pacientes irão se tratar com médicos nos quais confiamos: nós mesmos.

Se você trabalha por conta própria, como na sua clínica privada, obviamente que um bom marketing atrais mais pacientes, aumentando seus rendimentos. Dispensável dizer que é sempre melhor uma clínica movimentada do que uma clínica vazia.

Um bom relacionamento com os pacientes também garante maior adesão em todos os aspectos. Pacientes satisfeitos são mais cooperativos, e por isso seguem melhor as prescrições,descrevem com mais clareza as suas queixas médicas e são até mais tolerantes com as suas falhas, como quando você se atrasa ou chama o paciente pelo nome errado.

Por último, existe uma questão de orgulho. Quem não fica feliz de ser elogiado por aqueles que você cuida? Ou ser reconhecido por seus pares e superiores? Estar “bem na fita” com seus pacientes faz com que você mesmo perceba a qualidade daquilo que você faz, e isso por si só já é gratificante. Ouvir elogios de seus pacientes e de outros médicos é bom para a autoestima. Cuide bem dela, mas sempre mantenha o pé no chão.

Procure questionar os pacientes a respeito do que lhes agrada na sua prática clínica. Melhor ainda, pergunte a eles sobre quais momentos eles não se sentem confortáveis no seu atendimento. Faça isso de forma natural. Ao final da consulta agradeça a eles pela cooperação que lhe foi dada e pergunte se tudo ocorreu como eles esperavam. É importante também ser atencioso em relação às críticas que não te dizem respeito diretamente, como a estrutura do hospital e o atendimento ofertado pelos outros profissionais da instituição. Muitas vezes os pacientes não tem nenhuma queixa ou elogio em mente, mas ficarão felizes de ouvir que você se importa.

 

Adaptado de: http://www.medscape.com/viewarticle/858945

Sobre Yan Carvalho

© Copyright 2012-2015 - WiDoctor. Todos os direitos reservados.