Sobrecarga de Trabalho na Residência Médica | WiDoctor
WiDoctor

Sobrecarga de Trabalho na Residência Médica

Pergunta : Rafael ( Universidade Federal de Minas Gerais )

Olá Mario, inicialmente o parabenizo pelo site. Excelente!

Estou cursando cirurgia geral num grande Hospital de São Paulo, que tem a residência de cirurgia reconhecida como uma das melhores do Brasil, pela parte prática muito boa que os residentes têm. Embora isso seja uma coisa excelente, existe o lado negativo também, visto que a residência médica neste hospital é uma das mais pesadas do Brasil. O R1 é muito sobrecarregado, sendo responsável no pronto-socorro por todos os atendimentos e intercorrências no PS e no hospital, sem nenhuma ajuda. Carga horária absurda, tendo que chegar bem cedo ao hospital e sair bem tarde da noite. Enfim, estou insatisfeito, principalmente pelo serviço ser bem diferente do que o que eu estava acostumado no Hospital onde fiz meu internato. Gosto muito de cirurgia, porém estou na dúvida se todos os serviços de cirurgia geral são assim. Nesse meio tempo também pensei em fazer anestesiologia por ser uma área mais tranquila e ter um retorno financeiro mais rapido após o término da residência médica. Gostaria de saber sua opinião a respeito das duas especialidades.

Atenciosamente,

Resposta :

A Residência médica, extremamente importante na formação do profissional, se caracteriza por “treinamento em serviço “ e portanto quanto mais vc trabalhar durante a residência, melhor será para sua formação técnica.

São anos difíceis porque é uma mudança grande do tempo de faculdade, onde por mais que houvessem provas e estresses, o ritmo era bem menor.

No futuro vc vai dar valor a esses anos apertados da residência.

Além disso, entenda que o seu dia a dia como profissional vai ser bem diferente do esquema atual ( quase de escravidão ) e você vai poder construir sua carreira e buscar a qualidade de vida que desejar.

Algumas sub especialidades cirúrgicas ( e a maioria dos cirurgiões acabam optando por uma sub especialidade ) são bem tranquilas como cirurgia plástica, urologia, vascular..

Portanto não se desespere e não pense em abandonar a residência de cirurgia somente porque o ritmo está intenso.

E mais, o ritmo da residência de anestesiologia também será intenso.

Relaxe e veja o lado bom de estar podendo praticar bastante e adquirir habilidades cirúrgicas que serão fundamentais para o seu futuro.

Sucesso

Mário Novais

Sobre Mario Novais

Médico, Professor da UFRJ, Mestrado UFRJ, Doutorado Universidade de Miami, MBA COPPEAD, Diretor do Hospital Daniel Lipp, Diretor do Hospital Barraday

© Copyright 2012-2015 - WiDoctor. Todos os direitos reservados.