Resumo – Valores de Referência Exames Complementares | WiDoctor
WiDoctor

Resumo – Valores de Referência Exames Complementares

  • Rafael Kader
  • 02/11/2017

Bioquímica Sanguínea

Sódio: 135 a 145 mEq/L
Potássio: 3 a 5,5 mEq/L
Cloro: 98 a 105 mEq/L
Cálcio: 9 a 11 mg/dL
Fósforo: 2,5 a 4,5 mg/dL
Magnésio: 1,5 a 2,4 mg/dL
Uréia: 20 a 40 mg/dL
Creatinina: 0,7 a 1,4 mg/dL
Relação entre ambas ~ 40. Se maior: sobrecarga protéica, IR prérenal, excesso diuréticos, hemorragia digestiva.
Glicose: 70 a 100mg/dL. Se > 125 (2x) DM. Se >100 e <125 – teste de tolerância
Proteínas totais: 5,5 a 8g/dL
Albuminas: 3 a 5,5g/dL
Globulinas: 2 a 3,5g/dL

Hemograma

– Série Vermelha

Hemácias: 4,5 a 5,9 (H) e 4,0 a 5,2 (M)
Hemoglobina: 13,5 a 17,5 (H) e 12 a 16
(M)Hematócrito: 41 a 53 (H) e 36 a 46 (M)
VHS: 0 a 17 (H) e 1 a 25 (M). Se acima de 100: neoplasia, BK, colagenase
CHCM: 32 a 36 (cor média da Hm)
VGM: 82 a 92 (tamanho médio da Hm)
HGM: 27 a 31 (conteúdo médio de Hb de cada Hm)

– Série Branca

Leucócitos: 4 a 10 mil
Diferencial: Bas/Eos/Mie/Meta/Bas /Seg / Linf/Mono 03/01/ 0/ 0/010/4070/2244/411

Fase de luta: Leucocitose com neutrofilia com desvio à esquerda, anaeosinofilia, linfopenia e onocitopenia

Plaquetas: 150 a 450 mil. <50mil (trombopenia) e >600mil (trombocitose)

Lipidograma

Colesterol total: <200mg/dL
HDL: >45mg/dL (H) e >55mg/dL (M)
LDL: <100mg/dL
VLDL: <40mg/dL
TGL: <150mg/dL
Homocisteína: <14mg/dL

Função Tireóidea

TSH: 0,5 a 4,7
T4 livre: 0,8 a 2,7 ng/dL
Interpretação: TSH alto e T4 baixo – hipotireoidismo
TSH indetectável e T4 alto – hipertireoidismo

Hepatograma

TGP/ALT: 0 a 35U/L (maior que 1000
– hepatite)
TGO/ASP: 0 a 35U/L (maior que 1000 – hepatite)
FA: 30 a 120U/L (alta – colestase)
GGT: 1 a 94U/L (alta – alcoolismo, colestase)
Bilirrubina Total: 0,3 a 1,0mg/dL
Bilirrubina Direta: 0,1 a 0,3 mg/dL
Bilirrubina Indireta: 0,2 a 0,7 mg/dL

Abdome

– Ascite & Aumento do Volume

Exsudato: proteína total > 2,5 g/dL
Transudato: proteína total < 2,5 g/dL
SAAG (gradiente soroascite: albumina soro albumina ascite): >=1,1 g/dL: hipertensão portal
                                                                                                                    <1,1 g/dL: não relacionada à hipertensão portal (neoplasia, infecção, inflamação, oença ovariana)
Exames no liquido: cultura, citologia, bioquímica, pesquisa de células neoplásicas
Exames: radiografia simples (avaliação da distribuição gasosa, ajuda a definir ponto de obstrução, dificilmente efine etiologia), contrastada (SEED, clister opaco – define ponto de obstrução e etiologia), US (massas), TC com contraste (massas, linfonodos, retroperitôneo)

– HD

Exames: hematócrito, uréia (aumentada), coagulograma, tipagem sanguínea

Gasometria e Urina

pH: 7,35 a 7,45
BE: + – 2 (<0: acidose metabólica | >0: alcalose metabólica)
SAT O2: >95%
PaO2: 90 a 100 (95)
PaCO2: 35 a 45 (40)
HCO3-: 22 a 26 (24)
Osmolaridade = 2xNa + glicose/18 + BUN/2,8: 275-290 mOsm/L
AGap = Na – (Cl+HCO3-): 4 a 12 mEq/L (Se com problemas e: alto acidose lática, cetoacidose, IRC, intoxicação, rabdomiólise | normal – perdas digestivas, acidose tubular distal)
AGapurin = Na + K Cl: 0 a – 20 mEq/L (Se com problemas e: normal extra renal | positivo renal). Na acidose, ocorre negativação (20 a 50) por excreção de NH4+. Defeitos na acidificação renal (como na acidose tubular aguda), levam a positivação
Delta AGap = AGap – 10/24 – HCO3-: 1 a 1,6 mEq/L. Se >1,6: alcalose metabólica concomitante.
Se <1: acidose metabólica não AGap.
Gap Osmolar = Osm medida – Osm calculada: 10 a 20 mOsm/L. Se elevado indica presença de substâncias osmoticamente ativas não mensuradas no plasma.
Clorourin: >40 (síndrome endócrina) e <25 (perda de liquido)
Densidade da Urina: 1000 a 1040
NH4+ excretada: 20 a 40 mEql/L/dia
Sódio na urina: por volta de 100 mEq/L
pH = 6,1 + log HCO30,03xPaCO2

Resultado de imagem para relacao hco3 e pco2

Sobre Rafael Kader

Aluno da Faculdade Nacional de Medicina - UFRJ.

© Copyright 2012-2015 - WiDoctor. Todos os direitos reservados.