Cardiologia, Oncologia ou Nefrologia | WiDoctor
WiDoctor

Cardiologia, Oncologia ou Nefrologia

Pergunta : Davidson ( Faculdade de Medicina Ipatinga )

Olá professor! Parabenizo pelo site e pelas explicações que tem compartilhado.

Eu completei a residência de clínica médica ha 1 ano e pretendo realizar novamente as provas agora no fim de 2018 e na minha cidade e oferecido 3 áreas com pré requisito em clinica: Cardiologia, Nefrologia e Oncologia. E sempre me vejo na dúvida na qual escolher. Gostaria de uma ajuda a cerca de qual área irá me apresentar oportunidade de trabalho e qual a mais difícil de se colocar no mercado.

Resposta :

Durante a residência de clínica médica vc deve ter se identificado mais ou menos com os pacientes de cada uma dessas especialidades. Isso deve fazer diferença na sua escolha, pois além do mercado de trabalho vc deve também estar satisfeito com o seu cotidiano profissional.

Se vc se sente confortável com o dia a dia de qualquer uma dessas 3 especialidades, então o mercado de trabalho passará a ter uma importância grande na sua escolha.

Numa cidade com cerca de 200.000 habitantes como a sua, provavelmente o mercado estará mais favorável para cardiologistas, depois para oncologistas e em último para nefrologistas.

Mais algumas informações sobre essas especialidades podem ser útil nessa sua decisão :

Cardiologia :

Embora existam procedimentos diagnósticos que possam melhorar o rendimento do cardiologista, os planos de saúde não permitem que esse profissional realize esses exames no próprio consultório (apenas permitem o ECG, pagando cerca de R$15,00), assim é interessante para o cardiologista aprender a realizar esses exames ( tipo ecografia ), mas terá que fazê-los em alguma outra clínica especializada nesses tipos de procedimentos diagnósticos.

Uma área interessante de trabalho para o Cardiologista é a terapia intensiva (é necessário se especializar nisso após a residência de cárdio), onde um plantonista ganha de 8.000,00 a 10.000,00 por mês trabalhando um plantão de 24 h semanal-estes valores variam conforme o Estado.

Posteriormente, o plantonista de UTI pode passar a exercer a chefia do serviço, com um salário entre 12.000,00 e 20.000,00.

Embora a clientela particular de consultório demore a aumentar, se o cardiologista atender apenas 4 pacientes particulares por dia, cobrando 300,00 a consulta e trabalhando no consultório apenas 4 dias da semana, somente de pacientes particulares ele vai gerar um faturamento mensal de R$ 19.200,00, fora os ecg que fizer.

Oncologia :

A oncologia é uma das especialidades que mais tem evoluído nos últimos tempos, já que muitos tipos de câncer passaram a ser tratados com bastante sucesso.

A clientela do oncologista (cancerologista clínico) vem aumentando bastante com a valorização  da importância que se tem dado ao diagnóstico precoce dos vários tipos de câncer, através de exames preventivos de rotina, como colonoscopia, mamografia, preventivo de câncer de colo uterino e de próstata, além da preocupação atual com o câncer de pele. A detecção destas patologias em estágio inicial faz com que a oncologia seja uma boa opção do ponto de vista mercadológico.

Como aspecto negativo para a oncologia, vale a pena ressaltar que é considerada uma especialidade “triste”, pelo tipo de paciente com que lida e com muitas patologias de mal prognóstico. Conviver com a morte de pacientes e com cuidados com pacientes terminais exige do profissional uma estrutura pessoal forte e nem todos conseguem lidar bem com isso.

A qualidade de vida do profissional é razoável, os ganhos financeiros são bons e o mercado é carente de bons profissionais.

O programa de residência médica em cancerologia clinica tem a duração de 3 anos, sendo exigido como pré requisito a residência em clinica médica.

No site da sociedade brasileira de oncologia clinica (www.sboc.org.br) vc pode encontrar mais informações sobre os serviços credenciados e sobre as competências exigidas para o profissional dessa área.

Nefrologia :

A nefrologia tem seu campo de atuação diminuído pelo fato da população não saber exatamente o papel do nefrologista ( na maioria das vezes, o paciente prefere procurar um urologista do que um nefrologista, quando tem um cálculo renal, por exemplo).

Assim, o nefrologista tem seu mercado de trabalho mais restrito aos serviços de diálise e talvez no futuro ao acompanhamento clinico de transplantes (área ainda pouco desenvolvida no Brasil).

Sucesso

Mário Novais

 

Sobre Mario Novais

Médico, Professor da UFRJ, Mestrado UFRJ, Doutorado Universidade de Miami, MBA COPPEAD, Diretor do Hospital Daniel Lipp, Diretor do Hospital Barraday

© Copyright 2012-2015 - WiDoctor. Todos os direitos reservados.